Google+ Followers

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Casa Nova e o sonho concretizando !

Ontem sonhei com uma nova casa. E já mal posso esperar.
Uma enorme casa com paredes internas.
Prá que mais servem essas paredes, Senão para confinar.
Talvez, pendurar a rede.

Mas não é de ócio minha sede.
Quero o amplo, quero o livre.
Quero tudo o que sempre tive
Todo esse tempo dentro de mim.

Por quê tantas paredes?
Por quê tantas chaves,
Tantos botões e tantos controles?
Por que tem que haver lugares
Para todas as coisas?

Quero escrever vendo a noite e o dia.
Quero ler ouvindo o vento
E sentindo a chuva.
Serei livre em minha casa vadia.

De onde eu estiver
Nenhuma parede de tua presença me separará,
Nem da música, nem dos livros,
Nem da mesa, dos pratos, dos quadros,
Sequer deixarei de ver seu caminhar.

Quero descansar aqui,
Estando em todos os quadrantes.
Do canto do bar até a estante.
Da palmeira natural
Ao aquário tropical.

Quero um balanço pendurado,
Bem perto da geladeira.
A bicicleta sobre a esteira,
Debaixo da jardineira.

Nada será pela metade,
Nada terei aos pedaços.
Meu canto será o mundo
Quando eu feliz, abrir os meus braços.

Não quero os limites do mundo.
Minha porta será o portal da liberdade.
Quando estiveres em meu mundo.
Do mundo não sentireis saudade..

De que me serve a ordem do arquiteto?
Para que a precisão do engenheiro?
Para que quartos salas, cozinhas e banheiros?
O que eu quero é um teto.

Hoje, mais que dinheiro, mais que vizinhos,
Quero apenas um teto, a Renata, cobrindo meus carinhos.
Apenas um teto e a Renata, cobrindo meus caminhos.



Adaptei do poema de Oduvaldo Barroso da Silva

Um comentário:

renatafitti disse...

Mor;
Novo teto, novas cores (agora vai ser verde cidreira), novos tempos, novos desejos, novas conquistas, nova saudade.
Também nosso amor e afetos não ficam velhos, são sempre novos porque nós os renovamos a cada dia, como já concluímos: a conquista é mais fácil do que manter as coisas que já conquistamos. Liberdade, amigos, amores, enfim, estamos juntos no caminho das conquistas e de manter as que realmente nos fazem bem.
Sempre te cobrirei de carinho!
Sua Renatinha.